sobre o prêmio

Fundado no ano de 2012 pela mídia especializada, o Prêmio Osvaldo Paquetá vai para sua quinta edição e tem por objetivo, difundir o esporte a nível nacional, tornando-o conhecido fora do seu nicho.

Para isso, nada melhor que uma decisão final feita pelo grande público que é o mantenedor de todo tipo de esporte.

As ações individuais por votos, no entanto, não podem suplantar o desejo de que o esporte evolua a ponto de colocar o cenário brasileiro em seu devido lugar diante do mudo.

Portanto, toda a busca por vitória, deve estar o maximo possível despida de vaidades além dos limites impostos por um esporte salutar, o Prêmio sempre será pautado pela transparência, ética e respeito.

É importante que o cenário evolua e que todos evoluam junto a ele.

Conhecendo cada vez mais o MMA em todos os cantos do nosso Brasil e tornando-o conhecido por onde cada um de nós passarmos.

Sejamos corajosos em tempos difíceis e façamos a diferença.

Viva o MMA Nacional!

Edição anterior

Prêmio Osvaldo Paquetá 2016, o Oscar do MMA brasileiro, foi realizado no bairro de Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro e premiou quem se destacou nas artes marciais mistas no ano de 2016.

Ring Girl do ano: Nicéia Pereira

Announcer do ano: Fábio Leandro

Cutmans do ano: Equipe Knockdown

Árbitro Central do ano: Charyanna Gamballe

Matéria do ano: Breno Massena (Esporte Interativo)

Fotografia do ano: Cassiano Correia, Smash Fight 4.

Comunicador do ano: André Azevedo (Canal Combate)

Melhor Vídeo Maker: Gerinho Felix

Reviravolta do ano: Oton Jasse sobre Ricardo Maisena, WOCS 44

Luta do ano: Ariane Lipski vs. Julie Werner, Imortal FC 4

Nocaute do ano: Ariane Lipski sobre Julie Werner, Imortal FC 4

Finalização do ano: Cássio Jacaré sobre Ronny Markes, Shooto 61

Equipe do ano: CM System

Treinador do ano: Cristiano Marcello

Evento revelação: Fight2Night

Organização do ano: Jungle Fight

Atleta revelação: Istela Nunes

Lutadora do ano: Ariane Lipski

Lutador do ano: Luan Miau

Honra ao Mérito Esportivo – Troféu Cláudio Coelho Claudio Coelho – Equipe Nobre Arte (Por uma vida dedicada a inclusão social nas artes marciais sem distinção)

Cassiano Correia –  por ter tido o maior numero de votos dentre todas as categorias em disputa

Everlast Brasil – Por seu apoio as artes marciais e ao Prêmio Osvaldo Paquetá no ano de 2016

Esperamos você

  • Nova Iguaçu - Rio de Janeiro
  • 27 de Janeiro de 2018
  • contato@premioosvaldopaqueta.com.br

Fale conosco

Envie dúvidas, sugestões e propostas